O teatro do mundo - A canção: A ironia e o riso


Áudio e Disco





O acervo do MIS está disponível apenas para consulta local gratuita. O usuário é o único e exclusivo responsável pelo respeito aos direitos autorais, personalíssimos e conexos das obras pesquisadas. É vedada a reprodução de obras originais ou cópias, no todo ou em parte, de qualquer forma e para qualquer finalidade, em conformidade com a Lei 9.610 de 19.02.1998


Para reprodução de qualquer obra, original ou cópia, em quaisquer meios e mídias e para quaisquer fins, e para solicitação de empréstimos, o interessado deverá seguir os procedimentos estabelecidos pela Política de Acervo do Museu. Para informações sobre empréstimo, reprodução e demais usos, entre em contato com a equipe do CEMIS através do Fale Conosco.



Título:
O teatro do mundo - A canção: A ironia e o riso
Tipo:
Áudio diverso
Número do Item: Número de Registro:
- AB00599
Uso e acesso:
Divulgação virtual
Autoridades: Classificação:
Ciro Marcondes FilhoApresentação e coordenação
Heloísa GranitoAssistência de produção
Gabriela SylosPesquisa
Annete MoreiraLocução
Cleide FoserLocução
Rocha JúniorLocução
Mário JúniorLocução
Beto AlvesSonoplastia
Local de Produção:
São Paulo - São Paulo - Brasil
Data de Produção:
de 01/01/2003 a 31/12/2004
Local de gravação:
Rádio USP - São Paulo - São Paulo - Brasil
Data de Gravação:
de 01/01/2003 a 31/12/2004
Suporte/Formato:
HDD (Hard Disc)
Duração:
- h 56min 58s
Idioma:
Português

Descrição:

A Radio USP Apresenta: O Teatro do Mundo: A Canção, uma revista poética social vista pelo ângulo da música, programa de Ciro Marcondes Filho.


O tema desta Edição: A ironia e o riso; humor; música “Rido” de Enzo Jannacci;critica ao outro ou a sociedade;ironia, sarcasmo ou escárnio;ironia:gregos; cita Voltaire e seu livro “Cândido”;cita Sigmund Freud;Aristóteles:o homem é o único animal que ri;cita Antístenes;cita o filosofo Diógenes:sínico;música “Ho Visto um re” de Enzo Jannacci;cita Henri Bergson seu o livro “O Riso”; Sigmund Freud fala de Thomas Hobbes;música “Tragédia Afrodisíaca” Língua de Trapo;intervalo;Itália: Sátira e Ironia/ Commedia dell'arte;música “Pierrô Apaixonado” com Noel Rosa;cita o poeta Giovanni Boccaccio seu livro “Decameron”;cita Arthur Schopenhauer:dramaturgia absurda que é a vida;música “O Problema do Nordeste” Eduardo Dusek; riso e ironia: forma de protesto;cita o filosofo Friedrich Wilhelm Nietzsche e seu livro “Eis o homem”;o Bufão; música “Brega Chique” de Eduardo Dusek;cita Antonio Serrão de Castro;música “Es wollt ein Bauer fruh aufstehn” Zupfgeigenhansel;Satira a religião;música “Die Brombeeren” Zupfgeigenhansel; intervalo; cita Gregório de Matos Guerra “retrato do governador da Bahia Antônio Luís da Câmara Coutinho”; livro “Esaú e Jacó” de Machado de Assis; música “Bar Brasil” por Paulo e Chico Caruso e Conjunto Nacional; “Memórias Póstumas de Brás Cubas” de Machado de Assis;cita Juca Chaves;música “Presidente Bossa Nova”; jornal “O Pasquim”;músicas sarcásticas; Eduardo Dusek;Ultaje a rigos, Paralamas do Sucesso, Lingua de Trapo;Paulo e Chico Caruso;samba enredo da TRP;música “ A India e o Traficante” de Eduardo Dusek;Seriedade sempre foi dos impostores;música “100 anos de corrupção” de Paulo e Chico Caruso e Conjunto Nacional.


Gênero:
Programa de Rádio
Descritores:
programa de rádio; música; humor