O teatro do mundo - A canção: O inconsciente


Áudio e Disco





O acervo do MIS está disponível apenas para consulta local gratuita. O usuário é o único e exclusivo responsável pelo respeito aos direitos autorais, personalíssimos e conexos das obras pesquisadas. É vedada a reprodução de obras originais ou cópias, no todo ou em parte, de qualquer forma e para qualquer finalidade, em conformidade com a Lei 9.610 de 19.02.1998


Para reprodução de qualquer obra, original ou cópia, em quaisquer meios e mídias e para quaisquer fins, e para solicitação de empréstimos, o interessado deverá seguir os procedimentos estabelecidos pela Política de Acervo do Museu. Para informações sobre empréstimo, reprodução e demais usos, entre em contato com a equipe do CEMIS através do Fale Conosco.



Título:
O teatro do mundo - A canção: O inconsciente
Tipo:
Áudio diverso
Número do Item: Número de Registro:
- AB00597
Uso e acesso:
Divulgação virtual
Autoridades: Classificação:
Ciro Marcondes FilhoApresentação e coordenação
Heloísa GranitoAssistência de produção
Gabriela SylosPesquisa
Annete MoreiraLocução
Cleide FoserLocução
Rocha JúniorLocução
Mário JúniorLocução
Beto AlvesSonoplastia
Local de Produção:
São Paulo - São Paulo - Brasil
Data de Produção:
de 01/01/2003 a 31/12/2004
Local de gravação:
Rádio USP - São Paulo - São Paulo - Brasil
Data de Gravação:
de 01/01/2003 a 31/12/2004
Suporte/Formato:
HDD (Hard Disc)
Duração:
- h 57min 42s
Idioma:
Português

Descrição:

A Radio USP Apresenta: O Teatro do Mundo: A Canção, uma revista poética social vista pelo ângulo da música, programa de Ciro Marcondes Filho.


O tema desta Edição: O inconsciente; dimensão do nosso ser; campo dos sonhos e interioridade; “Alguém sonhará” Jorge Luis Borges; ignorar o lado inconsciente; cita o filosofo Henri Bergson; Catherine Clément repetindo uma citação de Nietzsche; duas dimensões psíquicas diferentes; música “Los Sueños” de Imanol; competição entre o consciente e o inconsciente; música “Voz da Razão” Lobão; Sigmund Freud: histeria da jovem Dora; Merleau-Ponty; música “Que língua falo eu” de Lobão; inconsciência: origem dos desejos; o Ego; poema “Como nuvens no céu” de Fernando Pessoa; competição entre os dois sentidos; música “Estranha forma de vida” com Caetano Veloso; o sonho e seus significados; poema “O sonho” de Jorge Luis Borges; intervalo; livro “O Aviador” de Charles Higham;citação;os sonhos:registro do inconsciente;cita Jacques Derrida;poesia “Símbolos” de Álvaro de Campos;música “Cercando um altro Egitto” de Francesco De Gregori;apelo externo para o nosso inconsciente;música “Bicho de 7 cabeças” com Zeca Baleiro; Douglas Richard Hofstadter (?): o inconsciente não existe;cita Charles Sanders Peirce: sonho irresponsável;música “como é que chama o nome disso?” de Arnaldo Antunes;inconsciente o estado totalitário;citação de Emil Cioran;sonho por:Gilles Deleuze e Cornelius Castoriádis;anuncia o final do programa e a participação das pessoas;o programa volta com a música “Eu sonhei que tu estavas tão linda”; sonhos para Freud;citação de um sonho:jovem Irma;ato falho e a Censura interna/o recalque;música “#9Dream” de John Lennon;Freud: Id,Superego e Ego; voyeurismo e o fetichismo;Japão: Henry Havelock Ellis;a industria do fetiche: a calcinha;origem do trauma começa na sexualidade:complexo de Édipo e o complexo de castração; “El Sexo” de Pablo Neruda.


Gênero:
Programa de Rádio
Descritores:
programa de rádio; música; sonho