Amor!


Filme





O acervo do MIS está disponível apenas para consulta local gratuita. O usuário é o único e exclusivo responsável pelo respeito aos direitos autorais, personalíssimos e conexos das obras pesquisadas. É vedada a reprodução de obras originais ou cópias, no todo ou em parte, de qualquer forma e para qualquer finalidade, em conformidade com a Lei 9.610 de 19.02.1998


Para reprodução de qualquer obra, original ou cópia, em quaisquer meios e mídias e para quaisquer fins, e para solicitação de empréstimos, o interessado deverá seguir os procedimentos estabelecidos pela Política de Acervo do Museu. Para informações sobre empréstimo, reprodução e demais usos, entre em contato com a equipe do CEMIS através do Fale Conosco.




Título:
Amor!
Número de Item: Número de Registro:
00138PRE00005FC FC00591-16A(1)
Uso e acesso:
Consulta local com agendamento; Exibição interna sem fins lucrativos
Uso e acesso:
Consulta local com agendamento; Exibição interna sem fins lucrativos
Coleção:
00138PRE - Prêmio Estímulo
Companhia Produtora:
Cinematográfica Superfilmes Ltda
Autoridades: Classificação:
José Roberto ToreroDireção
Maria IonescuProdução
Zita CarvalhosaProdução executiva
José Roberto ToreroRoteiro
José Roberto EliezerDireção de fotografia
Paulo SacramentoMontagem
Caco FariaMúsica
Lelo NazárioMúsica
Rosi CamposElenco
Guilherme KaramElenco
Paulo JoséElenco
Elias AndreatoElenco
Paulo César PereioElenco
Abrahão FarcElenco
Zico SantanaSom direto
Valéria FerroSom direto
Cláudio YosidaSom direto
Companhia Distribuidora:
Cinematográfica Superfilmes
Local de Produção:
São Paulo - São Paulo - Brasil
Data de Produção: Data de Lançamento:
1994 1994
Bitola: Cromia:
16 mm Cor
Produção:
Nacional
Idioma: Classificação:
PortuguêsOriginal
Metragem total - Tipo: Duração:
Curta-Metragem 0h 13min 0s

Sinopse/Descrição:

"Amor:

1. Sentimento que predispõe alguém a desejar o bem de outrem.

2. Atração física natural entre animais."


"Em uma de suas entrevistas, o cineasta José Roberto Torero declarou que faz cinema para contar histórias e mostrar idéias, de forma que estas ajudem o espectador a pensar sobre determinado assunto, na tentativa de promover alguma transformação no mundo. Para enfatizar este outro olhar sobre o cotidiano, Torero trabalha constantemente com humor negro aliado a valores universais, como a morte e o amor. Em 'Amor!' ele nos apresenta diferentes episódios de histórias de amor com o seu habitual fundo trágico. Diana e Apolo contam com a narração serena de Paulo José para contar a sua história, único dos episódios do curta que poderia ser diferenciado como uma história efetivamente, servindo para pontuar e desenvolver a própria narrativa do filme. Mas a despeito de uma bela e harmoniosa relação de amor, Diana e Apolo não conseguem escapar da natureza mais profunda deste sentimento: a tragédia"


Gênero:
Ficção