Victor Brecheret


Filme





O acervo do MIS está disponível apenas para consulta local gratuita. O usuário é o único e exclusivo responsável pelo respeito aos direitos autorais, personalíssimos e conexos das obras pesquisadas. É vedada a reprodução de obras originais ou cópias, no todo ou em parte, de qualquer forma e para qualquer finalidade, em conformidade com a Lei 9.610 de 19.02.1998


Para reprodução de qualquer obra, original ou cópia, em quaisquer meios e mídias e para quaisquer fins, e para solicitação de empréstimos, o interessado deverá seguir os procedimentos estabelecidos pela Política de Acervo do Museu. Para informações sobre empréstimo, reprodução e demais usos, entre em contato com a equipe do CEMIS através do Fale Conosco.




Título:
Victor Brecheret
Número de Item: Número de Registro:
00138PRE00274FC FC00014-16B(1)
Uso e acesso:
Consulta local com agendamento
Coleção:
00138PRE - Prêmio Estímulo
Autoridades: Classificação:
Roman Bernard StulbachProdução
Plácido de Campos JúniorDireção
Daisy Valle Machado Peccinini de AlvaradoRoteiro
Aloysio RaulinoDireção de fotografia
Carlos Augusto Machado CalilDireção de fotografia
Gaspar Soares NettoAnimação
Eduardo LeoneMontagem
Paulo JoséNarração
Local de Produção:
São Paulo - São Paulo - Brasil
Data de Produção: Data de Lançamento:
1973 -
Bitola: Cromia:
16 mm PB
Produção:
Nacional
Idioma: Classificação:
PortuguêsOriginal
Metragem total - Tipo: Duração:
Curta-Metragem 0h 10min 0s

Sinopse/Descrição:

Vida e obra do primeiro escultor modernista brasileiro. O filme apresenta dados biográficos do artista mostrando dentro de uma sequência toda a evolução de sua arte, fase por fase, desde quando recebeu apoio de artistas futuristas que depois da semana de 22 começaram a dedicar-se às suas obras, que marcaram uma fase de seu trabalho. Depois, o filme mostra as influências que recebeu na França focalizando as mudanças de sua escultura que marcaram uma nova fase. E a fase abstrata nos anos 30 em suas esculturas de mármore, pedra e cobre. Finalizando o filme apresenta talvez sua maior obra, o Monumento às Bandeiras, que lhe custou trinta anos de trabalho.


Prêmio Estímulo da Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo, 1970.


Gênero:
Documentário
Descritores:
escultor; arte moderna; modernismo brasileiro; semana de arte moderna de 1922
Descritores Geográficos:
Parque do Ibirapuera - São Paulo - São Paulo - Brasil