Sem título


Fotografia





O acervo do MIS está disponível apenas para consulta local gratuita. O usuário é o único e exclusivo responsável pelo respeito aos direitos autorais, personalíssimos e conexos das obras pesquisadas. É vedada a reprodução de obras originais ou cópias, no todo ou em parte, de qualquer forma e para qualquer finalidade, em conformidade com a Lei 9.610 de 19.02.1998


Para reprodução de qualquer obra, original ou cópia, em quaisquer meios e mídias e para quaisquer fins, e para solicitação de empréstimos, o interessado deverá seguir os procedimentos estabelecidos pela Política de Acervo do Museu. Para informações sobre empréstimo, reprodução e demais usos, entre em contato com a equipe do CEMIS através do Fale Conosco.




Título:
Sem título
Número do Item: Número de Registro:
00843NFT000107FTa -
Uso e acesso:
Consulta local com agendamento; Divulgação virtual
Coleção:
00843NFT - Nova Fotografia
Autoridades: Classificação:
Marcos MunizFotografia
Local de Produção:
Tel Aviv - IsraelJerusalém - Israel - Ásia
Local de Produção:
Tel Aviv - IsraelJerusalém - Israel - Ásia
Data da Impressão / Ampliação:
2012
Série: Tiragem:
Entre muros e ideias -
Técnica / Formato: Suporte:
Impressão sobre papel algodão adesivado sobre PS Papel
Cromia:
Cor
Dimensões do suporte (alt. x larg.):
90 cm x 57,49 cm

Descrição:

A série Entre muros e ideias é uma tentativa de trazer à tona a realidade de palestinos e israelenses por meio de alegorias bélicas, religiosas e estéticas que circundam as ruas e monumentos religiosos de Tel Aviv, Jerusalém e Belém. A série têm o compromisso de trazer a discussão de como os sentimentos em torno do conflito ainda estão enraizados e inerentes ao dia a dia de cada cidadão, onde estar armado e expressar sua crença é ainda um estado de espírito. A pluralidade cultural e étnica de Jerusalém reforça a discussão de que é preciso reatar os laços seculares de dois povos manchados por conflitos e desentendimentos. De ambos os lados o estado de tranquilidade vigiada é evidente. Por lá árabes e judeus tomam e retomam suas rotinas atravessando os muros, conhecidos como “checkpoints”, que separam fisicamente os dois povos. Nota-se também o culto à fé, à crença político-ideológica de árabes e judeus, divididos por opiniões e costumes. E, a partir desse viés, a série de imagens reforça o composto argumentativo do “tangível” representado pelos muros, cercas, postes e metralhadoras que dão espaço à estética do “intangível“ ideias, ideologias, estética visual e religião.


Gênero:
Ensaio fotográfico
Descritores:
fotografia; fotografia contemporânea; conflito