[Notas Contemporâneas - Marcos Valle - auditório] at.


Vídeo





O acervo do MIS está disponível apenas para consulta local gratuita. O usuário é o único e exclusivo responsável pelo respeito aos direitos autorais, personalíssimos e conexos das obras pesquisadas. É vedada a reprodução de obras originais ou cópias, no todo ou em parte, de qualquer forma e para qualquer finalidade, em conformidade com a Lei 9.610 de 19.02.1998


Para reprodução de qualquer obra, original ou cópia, em quaisquer meios e mídias e para quaisquer fins, e para solicitação de empréstimos, o interessado deverá seguir os procedimentos estabelecidos pela Política de Acervo do Museu. Para informações sobre empréstimo, reprodução e demais usos, entre em contato com a equipe do CEMIS através do Fale Conosco.



--Título:
[Notas Contemporâneas - Marcos Valle - auditório] at.
Número do Item: Número de Registro:
00821NTP00362VD -
Uso e acesso:
Consulta local sem agendamento; Divulgação virtual
Coleção:
00821NTP - Notas Contemporâneas
Companhia Produtora:
Museu da Imagem e do Som de São Paulo
Autoridades: Classificação:
Marcos ValleEntrevistado(a)
Cacá MachadoEntrevistador(a)
Yan MontenegroArranjo
Yan MontenegroPianista
Raiza Lopes CoelhoVoz
Márcio GuimarãesViolonista
Raphael Carvalho BassoBaterista
Rosana CaramaschiCuradoria
Vânia AlmeidaProdução
Isabela OlmosProdução
Renan DanielProdução
Letícia GodoyCinegrafista
João RabelloCinegrafista
Diego ValverdeEquipe técnica
Bruno Café SforcimEquipe técnica
Mauro VelhoEquipe técnica
Cínthia BuenoFotografia
Romilton RibeiroIluminação
Local de Produção:
São Paulo - São Paulo - Brasil
Data de Produção: Data de Lançamento:
13/02/2019 28/03/2019
Suporte/Formato:
Blu-Ray
Sistema: Cromia:
NTSC (National Television Standards Committee) Cor
Áudio: Produção:
Estéreo Nacional
Idioma: Classificação:
PortuguêsOriginal
Duração
0h 67min 5s

Sinopse/Descrição:

Cleber Papa abre o programa, fala dos projetos desenvolvidos pelo museu, e apresenta os músicos da banda.


Cleber Papa apresenta o Cacá Machado, entrevistador, e o artista convidado Marcos Valle.

O compositor, cantor, instrumentista e arranjador Marcos Kostenbader Valle nasceu em 14/09/1943, na cidade do Rio de Janeiro; Cacá começa o programa falando sobre o nome de Marcos Valle, destaca o sobrenome Kostenbader, de origem alemã; Marcos fala de seus irmãos, num total de cinco, o mais conhecido, Paulo Sérgio, de suas irmãs professoras de dança, o seu irmão advogado chamado Flávio, e dos seus pais; o músico comenta que tem setenta e cinco anos; diz que seu pai era advogado e sua mãe, dona de casa; fala que sua avó era professora de piano e seu pai gostava de música popular.


Comenta a sua ida para o conservatório Haydée Lázaro Brandt, em Ipanema, aos cinco anos de idade; diz que estudou música clássica durante sete anos; e que ouvia as marchinhas de Carnaval, Jackson do Pandeiro, Luiz Gonzaga e que gostava do baião; do gosto pelo acordeon, que descobriu na casa do avô paterno, ao ouvir Chiquinho do Acordeon; o músico fala que ganhou um acordeon, que teve poucas aulas sobre esse instrumento, pois já tinha uma afinidade notada através do dedilhar; posteriormente descobre o violão ao ouvir João Gilberto; tem aulas de violão na academia de Roberto Menescal e Carlos Lyra.


Diz que estudou para ser advogado para agradar ao pai, comenta que estudou no colégio com Edu Lobo, e que formou um trio com ele e Dori Caymmi; fala que através de Edu Lobo conhece a casa de Ary Barroso, pouco antes de ele falecer, e encontra Tom Jobim, Ronaldo Bôscoli, Lúcio Rangel e Baden Powell; diz que depois conhece a casa de Vinicius de Moraes, onde ele mostrou as suas músicas, e que Luís Fernando Freire, também chamado de Lula Freire, letrista ali presente, o convidou para ir à sua casa, onde aconteciam importantes reuniões da bossa nova, para ele mostrar a sua música chamada Sonho de Maria para o Tamba Trio.


Comenta da reunião na casa de Lula Freire, quando os músicos do Tamba Trio quiseram gravar Sonho de Maria; diz que chegaram nessa reunião Tom Jobim, Carlos Lyra, Roberto Menescal e todo o grupo; comenta que Roberto Menescal o apresentou para Os Cariocas, que também quiseram gravar duas de suas músicas; e ali sua carreira deslanchou.


Cacá Machado diz que Marcos Valle, Edu Lobo e Dori Caymmi gravaram um disco no ano passado; o músico fala desse encontro e que o disco foi indicado ao prêmio grammy latino.


Banda MIS interpreta “Viola Enluarada”


Cacá Machado fala da harmonia na canção “Viola Enluarada”, da boa apresentação da banda; o músico comenta como surgiu esta música e elogia a intérprete e o Yan; o músico comenta da sua viagem aos Estados Unidos, dos programas que participou na década de 1960 como o de Andy Williams, e do seu retorno ao Brasil, motivado pela saudade; um pouco antes do seu retorno ele diz que compôs essa música que, posteriormente, recebeu a letra do seu irmão Paulo Sergio, e a interpretação de Milton Nascimento.


O músico fala como via o Brasil antes e depois de sua viagem aos Estados Unidos na década de 1960; comenta sobre a bossa nova e a participação política dos artistas na ditadura militar; nessa época surgem as canções “Gente” e “Terra de Ninguém”; fala do tropicalismo.


Banda MIS interpreta “Samba de Verão”


O músico comenta as características da bossa nova; diz que a música “Samba de Verão” é a segunda música brasileira mais gravada nos Estados Unidos, só perde para “Garota de Ipanema”; comenta as diversas gravações dessa música, inclusive na Rússia; ele comenta que já tocou com a Orquestra Sinfônica de Moscou e fala do contexto em que compôs essa música, na casa dos seus pais com o violão; o músico fala de quando mostrou essa canção para Roberto Menescal.


O músico comenta o seu trabalho como produtor musical e fala do disco “O Tom da Takai”, que fez junto com Roberto Menescal para Fernanda Takai.


O músico fala das trilhas que fez, com destaque para a da novela Véu de Noite chamada “Azimuth”; é a primeira vez que uma música brasileira abre uma novela; comenta que um tempo depois refez essa trilha para o filme “O fabuloso Fittipaldi”; e que tem uma banda chamada Azymuth, com os músicos José Roberto Bertrami e Ivan Conti Mamão, que usa esse nome porque ele autorizou.


Banda MIS canta “Preciso aprender a ser só”


Cacá Machado diz que vai fazer as perguntas da plateia; o músico responde questões sobre a capa do disco “Previsão do tempo”, que gravou junto com a banda Azymuth; o músico fala dos produtores da nova geração que tem ouvido, a exemplo de Marcelo Camelo, Lulu Santos, este não tão novo assim, Cassim, Domenico Lancellotti, Moreno Veloso, Bem Gil, Alberto Continentino, John Legend, Bruno Mars e Drake; e dos conselhos para quem quer atuar na área musical; comenta que tem artistas que se aproximaram de sua música que nem imaginava como os rappers Jay-Z e Kanye West; de sua parceria póstuma com Vinicius de Moraes.Fala do seu processo de criação ao lado de seu irmão, Paulo Sérgio.


Banda MIS canta “Black is beautiful”


Cacá Machado comenta que a música “Black is beautiful” traduz o espírito de uma época; o músico fala sobre essa canção, da interpretação arrebatadora feita por Elis Regina no Maracanãzinho; e de sua parceria com Elias Regina. O músico fala sobre o ofício de cantar e Cacá o elogia; o músico comenta sobre a música “Estrelar”; das composições que fez com Leon Ware, parceiro de Marvin Gaye.


Banda MIS canta “Estrelar”, com a participação do músico Marcos Valle.


Gênero:
Entrevista; Apresentação Musical
Descritores:
conservatório musical; música clássica; música popular brasileira; marchinha; baião (música); acordeão; ditadura militar; bossa nova; trilha sonora; tropicalismo; novela; telenovela
Descritores Geograficos:
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil; Estados Unidos da América
Descritores Onomásticos:
Jackson do Pandeiro; Luiz Gonzaga; Chiquinho do Acordeon; João Gilberto; Roberto Menescal; Carlos Lyra; Edu Lobo; Dori Caymmi; Ary Barroso; Tom Jobim; Ronaldo Bôscoli; Lúcio Rangel; Baden Powell; Vinícius de Moraes; Lula Freire; Os Cariocas; Paulo Sérgio Valle; Milton Nascimento; Lulu Santos; Moreno Veloso; Alberto Continentino; Elis Regina; Leon Ware; Tamba Trio (conjunto musical); Jay-Z; Kanye West