Opressão


Filme





O acervo do MIS está disponível apenas para consulta local gratuita. O usuário é o único e exclusivo responsável pelo respeito aos direitos autorais, personalíssimos e conexos das obras pesquisadas. É vedada a reprodução de obras originais ou cópias, no todo ou em parte, de qualquer forma e para qualquer finalidade, em conformidade com a Lei 9.610 de 19.02.1998


Para reprodução de qualquer obra, original ou cópia, em quaisquer meios e mídias e para quaisquer fins, e para solicitação de empréstimos, o interessado deverá seguir os procedimentos estabelecidos pela Política de Acervo do Museu. Para informações sobre empréstimo, reprodução e demais usos, entre em contato com a equipe do CEMIS através do Fale Conosco.




Título:
Opressão
Número de Item: Número de Registro:
00138PRE00432FC FC00113-16A(1)
Uso e acesso:
Consulta local com agendamento
Coleção:
00138PRE - Prêmio Estímulo
Companhia Produtora:
Orion Cinema e Vídeo
Autoridades: Classificação:
Maria IonescuProdução executiva
Zeca RosDireção de produção
Mirella MartinelliDireção
Eliane CafféAssistência de direção
Mirella MartinelliRoteiro
Ana ThomazCoreografia
Kátia CoelhoDireção de fotografia
Carlos ZalasikAssistência de câmera
Shiyosi IsumoEfeitos especiais
Julio AiresEfeitos especiais
Mirella MartinelliMontagem
Sílvia ZatzAssistência de montagem
Valéria FerroDireção de som
Gabriela CaroneAssistência de som
Patrícia VeltriDireção de arte
Verônica JulianFigurino
Gabriela CardosoElenco
Márcio TrinchinattoElenco
Paulo de Henrique de AlmeidaElenco
Mário César CamargoElenco
Mário Luiz Augelli BarreirosElenco
Ricardo Mattar GebrimElenco
Norival RizzoElenco
Inocentes (banda)Elenco
Walderez de BarrosElenco
Companhia Distribuidora:
Mirella Martinelli
Local de Produção:
São Paulo - São Paulo - Brasil
Data de Produção: Data de Lançamento:
1993 -
Bitola: Cromia:
16 mm Cor
Produção:
Nacional
Idioma: Classificação:
PortuguêsOriginal
Metragem total - Tipo: Duração:
Curta-Metragem 0h 17min 0s

Sinopse/Descrição:

Retrata a discriminação na vida de uma jovem. Tatiana (Gabriela Cardoso) é dançarina de um bar "underground" e vê seu amigo (cantor da banda) ser agredido por um grupo de neo-nazistas. Sofre perseguição policial e é discriminada pela mãe, que a acusa de ser casada com um drogado.


Viver sem grana. Numa cidade grande. E ser mulher. Ou preto ou desempregado: ser oprimido. O tempo todo.


Prêmio Estímulo da Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo, 1991.


Melhor Direção, Melhor Roteiro e Melhor Montagem no 26º Festival de Brasília, 1993.

Prêmio Especial do Júri no Tampere International Short Film, 1994.


Gênero:
Ficção; Drama
Descritores:
juventude; música; violência; discriminação; urbanismo