[Ponte da Boa Vista - Recife - PE] at.


Fotografia





O acervo do MIS está disponível apenas para consulta local gratuita. O usuário é o único e exclusivo responsável pelo respeito aos direitos autorais, personalíssimos e conexos das obras pesquisadas. É vedada a reprodução de obras originais ou cópias, no todo ou em parte, de qualquer forma e para qualquer finalidade, em conformidade com a Lei 9.610 de 19.02.1998


Para reprodução de qualquer obra, original ou cópia, em quaisquer meios e mídias e para quaisquer fins, e para solicitação de empréstimos, o interessado deverá seguir os procedimentos estabelecidos pela Política de Acervo do Museu. Para informações sobre empréstimo, reprodução e demais usos, entre em contato com a equipe do CEMIS através do Fale Conosco.




Título:
[Ponte da Boa Vista - Recife - PE] at.
Número do Item: Número de Registro:
00860SDP000190FTa -
Uso e acesso:
Consulta local com agendamento
Coleção:
00860SDP - Família Silva de Paula
Local de Produção:
Recife - Pernambuco - Brasil
Data de Produção:
de 01/01/1906 a 31/12/1930
Data da Impressão / Ampliação:
de 01/01/1906 a 31/12/1930
Técnica / Formato: Suporte:
Cópia ampliada Papel
Cromia:
PB
Dimensões da mancha (alt. x larg.):
6,50 cm x 12,90 cm
Notações:
Técnica: não há maiores informações, porque não é um cartão-postal.

Descrição:

Sobre a coleção:


A coleção conta, através de cartões-postais com imagens de diversos estados brasileiros e outros temas, a história da família do militar José Pacífico Rufino da Silva (05.06.1873 Brasil/Pernambuco/Olinda a 08.08.1939 Brasil/São Paulo/São Paulo), também conhecido por Zeca. Seus netos, Lotus Silva de Paula e Lilaz de Paula Silva, escreveram a sua história na obra A Saga de um Soldado, de 2013, 329 páginas (sem referência bibliográfica completa). Há, ainda, negativos e positivos de vidro, com imagens, entre outros, do genro de Zeca, Carlos, e de sua filha, Clotilde.


Sobre este cartão-postal:


Na frente há imagens de prédios, igrejas e de uma ponte (chamada Ponte da Boa Vista). No verso há um texto escrito à caneta esferográfica que diz o seguinte: "A ponte da Boa Vista, foi feita de geringonça, Jacaré comê de nêgo, Nêgo comê de onça", verso ensinado pela Clotilde para os seus netos. Ela aprendeu esse verso com o seu pai, Zeca.


Gênero:
Paisagem
Descritores:
viagem; militar; soldado; família; cartão postal; casa; ponte
Descritores Geográficos:
Recife - Pernambuco - Brasil