A Bahia do Afoxé Filhos de Gandhy / direção de Lino de Almeida.


Vídeo





O acervo do MIS está disponível apenas para consulta local gratuita. O usuário é o único e exclusivo responsável pelo respeito aos direitos autorais, personalíssimos e conexos das obras pesquisadas. É vedada a reprodução de obras originais ou cópias, no todo ou em parte, de qualquer forma e para qualquer finalidade, em conformidade com a Lei 9.610 de 19.02.1998


Para reprodução de qualquer obra, original ou cópia, em quaisquer meios e mídias e para quaisquer fins, e para solicitação de empréstimos, o interessado deverá seguir os procedimentos estabelecidos pela Política de Acervo do Museu. Para informações sobre empréstimo, reprodução e demais usos, entre em contato com a equipe do CEMIS através do Fale Conosco.



--Título:
A Bahia do Afoxé Filhos de Gandhy / direção de Lino de Almeida.
Número do Item: Número de Registro:
- VB00144
Uso e acesso:
Consulta local sem agendamento
Companhia Produtora:
S12Produções
Autoridades: Classificação:
Lino de AlmeidaDireção
Lino de AlmeidaProdução
Rita HonotórioProdução
Aguinaldo SilvaEntrevistado(a)
Amilton CostaEntrevistado(a)
Antonio Carlos dos Santos, "Vovô"Entrevistado(a)
Carlinhos BrownEntrevistado(a)
Clyde MorganEntrevistado(a)
Francisco SantosEntrevistado(a)
Gilberto GilEntrevistado(a)
João Jorge RodriguesEntrevistado(a)
Jorge WertheimEntrevistado(a)
Nelson Ferreira dos SantosEntrevistado(a)
Raimundo Queiroz LimaEntrevistado(a)
Local de Produção:
Salvador - Bahia - Brasil
Data de Produção: Data de Lançamento:
12/2004 -
Suporte/Formato:
DVD
Sistema: Cromia:
NTSC (National Television Standards Committee) Cor
Áudio: Produção:
Estéreo Nacional
Idioma: Classificação:
Português
Duração
82h 75min 0s

Sinopse/Descrição:

Afoxé Filhos de Ghandi reúne mais de dez mil integrantes e tornou-se o mais popular e respeitado de todos os grupos de preservação e divulgação da cultura afro-brasileira na Bahia.


Em 1949 um grupo de estivadores negros do porto de Salvador, na Bahia, fez uma homenagem a Mahatma Ghandi, assasinado um ano antes na Índia. Reinvidicam, através da criação do Afoxé Filhos de Ghandi, a defesa dos valores de sua cultura de raiz africana, perseguida e discriminada. Impressionados com a morte do homem que através de um movimento multitudionário de ressistência pacífica hacia conseguido a independência de seu país, resolveram dar seu nome ao grupo. Sabiam que, no idioma Hindu, Mahtama quer dizer Alma Grande. Exatamente a alma que seria preciso ter para, através de um bloco de carnaval, oferecer uma resistência pacífica transbordante de alegria, mas também de determinação, à discriminação que sofriam por causa de sua cor, sua cultura, sua religião.


O Afoxé Filhos de Ghandi se propôs, como missão,levar a palavra de energia positiva a todos os moradores da cidade, independente de raç ou religião. E soube, ao longo de sua existência, reinvidicar a marca da cultura africana não apenas no carnaval da cidade, mas no próprio patrimônio cultural do Brasil.


Gênero:
Documentário; Entrevista
Descritores:
documentário brasileiro; música brasileira; cultura afro-brasileira
Descritores Geograficos:
Salvador - Bahia - Brasil
Descritores Onomásticos:
Afoxé Filhos de Gandhy; Lino de Almeida; Clyde Morgan